Minha Mais Nova Arte

Pequenos pedaços de tecidos, e a criatividade dão este lindo resultado.

Costurados a mão, formam a delicadeza entre cores, linhas...

Transformei  meus momentos dificeis, em um pouco de arte,
E minhas mãos foram transformando tecidinhos, em cores, flores, e assim nasceu estes trabalhos, pelas minhas mãos nervosas , tão encantador, quanto pincelar em uma tela em branco...



O melhor de tudo isso é o resultado final.



Sempre digo, que mente ocupada , mãos trabalhando, sempre trás ótimos resultados quando bem trabalhado,... um ótimo conselho(se é que posso), para quem ao invés de cuidar de si próprio , cuida da vida alheia...:)



Cuidemos então daquilo que chamamos de vida...
Somos tão passageiros, quanto acreditamos ser...
Então canalizemos nossas energias em boas produtividades, palavras que fazem bem a si e ao outro...

É mais ou menos como a linda frase do grande Poeta Fernando Pessoa:

"Tudo vale a pena, quando a Alma não é pequena..."

Então faça valer!:)

Bjos
Ótimo Feriado...

Andrea

10 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Absolutamente lindo. Adoro artes manuais, embora não leve o menor jeito rsrsr
Beijos

Andrea Galvez disse...

Oi Wanderley...

Obrigada, eu sempre fui apaixonada por tudo ligado à arte, esta já é bem antiga...é um Patch a mão, mas olha..eu também achava que não tinha muito jeito, porém uma senhorinha de 68 anos me fez acreditar nesta possibilidade e na capacidade , e olha no que deu...mas concordo...tem que se ter um certo feeling pra coisa, senão como falamos aqui...'não anda""rs....mas cada um com certeza tem seu dom aí guardadinho...

Bjo e obrigada por tuas visitas aqui viu!

:)

Fatima disse...

Quanta sôdade do cê!!!!!!!!!!
Trabalho maravilhoso!
Já está aceitando encomenda heim, heim?Rsrsrsr
Tem jeito de vc passar o passo a passo pra mim por email?
Gostei tanto da sua volta!
Muitos bjs.

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Andrea...por onde andamos? saudade das suas palavras, saudade da sua presença...rs...e saudade daqui também...
Parabéns pelo trabalho e pelo texto, qualquer tipod e arte preenche a alma da gente, desde que a façamos com o coração na ponta dos dedos, com o coração na alma...
Um belo dom...por falar em dom...quano puder passe no blog Espaço Aberto, lá falamos obre música, pintura, educação, cinema...enfim...voc~e não fazia teatro? Ou estou enganado...Bom...não quer inauguara a sesão teatro, falando um pouco sobre esta arte...caso queira me reponda por e-mail e te explico melhor ok...o link do blog é esse
http://um-blog-para-todos.blogspot.com/
Um abração na alma criança...
beijo

Marcos Campos disse...

Super legal Andrea!
Penso também como vc! Canalizar energias para coisas boas em vez de ficar pirando à toa!
beijo!

Andrea Galvez disse...

Fátima queridona!
E eu gostei muito de ler teu recadinho aqui!

Saudades tambem, ...Fico feliz que gostou, ´me passa seu email que te envio os moldes, é tão simples!Envio pra ti os moldes e a explicação, to adorando fazer isso...Uma que levo na bolso e faço em qualquer lugar...rs...bom demais!

Beijoca Flor!

Andrea Galvez disse...

Oi Elcio meu amigo...

Obrigada por tuas palavras, sempre bom lê-las aqui ou mesmo em teu espaço.Eu acredito que tudo que é feito com amor, dedicação, seja o que for , independente das escolhas dá certo.Eu posso dizer que sou uma pessoa , que tudo que me proponho à fazer, é assim, com boa vontade, e no fim os resultados sempre são bons.E eu acredito que no que disse......

"desde que a façamos com o coração na ponta dos dedos, com o coração na alma..."

Tudo dá certo.

Vou visitar o novo espaço!:)

Beijo!

Andrea Galvez disse...

Marcos!

Adorei a frase...rs Rimou!

É bem isso, mente sã, corpo são!:))

Beijo!!

Silvia Masc disse...

Lindo seu trabalho, linda a harmonia das cores e o desenho.
Admiro quem tem essa capacidade, de transformar como você relata momentos difíceis, em algo produtivo e belo, parabéns moça.Quanto aos seus momentos, me lembrei de algo que gostaria de compartilhar com você, as palavras de um monge, que foram motivo de reflexão e conforto no meu momento difícil.

"No ano há dois dias que realmente você não consegue saber deles".
O primeiro é o dia de ontem, pois já é passado, você não pode voltar atrás e também não pode modificar aquilo que já foi feito ou foi dito.
O segundo é o amanhã, pois este é o futuro e este pertence a Deus".
Logo, para compensar tudo isso, Deus nos dá o dia de hoje, o qual Ele sabiamente deu o nome de presente.
Pois é justamente isso que nós temos todos os dias apesar dos problemas:
Um Presente Divino uma Dádiva de Deus - A vida!

beijinho querida.

Hod disse...

Linda arte Andréa,

Parabéns.

Beijo pra ti.