Fernando Pessoa


"Ninguém sabe que coisa quer.

Ninguém conhece que alma tem,

Nem o que é mal nem o que é bem.

(Que ânsia distante perto chora?)

Tudo é incerto e derradeiro.

Tudo é disperso, nada é inteiro”




Fernando Pessoa

4 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Fernando Pessoa, sempre nos intriga com suas reflexões. Muitas vezes achamos que nos conhecemos, mas isso pode ser apenas uma ilusão.
Beijos

Anônimo disse...

Oi Andrea!
E não é isso mesmo?
Beijo!

Talita disse...

Delicia de blog, lindo teu cantinho

Beijos!!

Talita
tatapalavrasaovento,blogspot.com

JéssicaLuz' disse...

Poderia haver palavras mais belas para se expressar?

Viva! Viva a alma doce que carregamos em nós.

Abs. JéssicaLuz.