Fernando Pessoa


"Ninguém sabe que coisa quer.

Ninguém conhece que alma tem,

Nem o que é mal nem o que é bem.

(Que ânsia distante perto chora?)

Tudo é incerto e derradeiro.

Tudo é disperso, nada é inteiro”




Fernando Pessoa

4 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Fernando Pessoa, sempre nos intriga com suas reflexões. Muitas vezes achamos que nos conhecemos, mas isso pode ser apenas uma ilusão.
Beijos

Marcos Campos disse...

Oi Andrea!
E não é isso mesmo?
Beijo!

Talita disse...

Delicia de blog, lindo teu cantinho

Beijos!!

Talita
tatapalavrasaovento,blogspot.com

JéssicaLuz' disse...

Poderia haver palavras mais belas para se expressar?

Viva! Viva a alma doce que carregamos em nós.

Abs. JéssicaLuz.