Fenix




Eu me absorvo completamente na Fênix
Ave sagrada e fonte de minha inspiração
Marcada por extremos
Vida e morte
Cinzas e luz
Rubra tonalidade de fogo
Expressão do meu pulsante viver
Sem meios termos
Sem limitações
Me entrego inteira aos desafios
Assim me sinto viva
Sou de ousadias constantes
Não importa onde possa chegar
Me quebro
Me reconstruo
Não faço parte da imobilidade daqueles
Que nem se atrevem a tentar
Sou linda fênix chamuscada
Saio ilesa
Com marcas de vitória
Não por mero masoquismo
E sim, por coragem e bravura
Sou guerreira
Sou brilho
Sou sol
Seguro minhas escolhas
Certas ou não
A responsabilidade sempre será minha
Se morro ou não
Não importa
Sou fênix
Renascerei sempre
Com esperanças renovadas a cada amanhecer.
(Leila Soares)
.................................
Esta frase resume meu momento :

“Sou fênix
Renascerei sempre
Com esperanças renovadas a cada amanhecer.”

4 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Que maravilha esse renascer.

lindo dia flor
beijos

Elcio Tuiribepi disse...

Bom dia Andrea, pode tomar as frases sim..rs... poemas são que nem filhos, a gente pensa e até quer que eles fiquem ao lado da gente, mas ao mesmo tempo torce para que eles voem e ganhem vida própria...rs
Belo o poema Fênix, deveríamos todos seguir esta máxima...renascer, reconstruir, renovando sempre as esperanças...obrigado pelas palavras lá no verseiro...bom dia...bom feriado...um abraço na alma

Tiago Moreira disse...

Belos versos, belo blog!

Eduardo Miguel disse...

- Estamos á fazer parte de um processo de vida marcada pelo tempo de segundos minutos e horas todos partes do relôgio a nos encarar de frente como se afirmasse: não, não há como pois bem resurgir do fogo é só parte deste todo que ainda nos reserva muito e a Fenix resurgirá, segundos, minutos e horas estão a nos tomar conta, não joguemos o tempo e os sonhos fora! a Fenix voará...