É preciso não esquecer nada



É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.

É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.

O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.
O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.

O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence.

Cecília Meireles

............................................................................
Este poema de Cecília, é um dos mais lindos que já li, na verdade ela retrata aí,  sentimentos raros, que muitas vezes guardamos somente para nós.Sobre o sigilo de nossos olhos, segredos vãos, que na verdade são pelos nossos medos, criados de uma forma, que deixamos assim de viver maravilhosos momentos em nossa vida.E também por muitas vezes nos acharmos dono de algo que na verdade nunca foi nosso "O que é preciso é ser como se já não fôssemos,vigiados pelos próprios olhos severos conosco, pois o resto não nos pertence."

É preciso que na verdade que antes de qualquer julgamento feito, seja ele qual for, olharmos para um espelho e ver o que reflete ali...
Eu gosto do que reflete em meu espelho, e você?

Bjos!:)

7 comentários:

Fatima disse...

Lindo poema!
Eu já te contei que eu recitava poemas no tempo do ensino fundamental. Era a melhor e a Cecília Meireles uma das minhas preferidas.
Bjs.

HSLO disse...

Belíssimos texto da Cecília...adorei.


abraços


Hugo

Andrea disse...

Fatima...eu também recitava poemas, porém era a pior..rs...eu além de gaguejar, começava a querer chorar de tanta vergonha, tinha uns 12 anos, era pedacinhos de Mario Quintana, Cecilia, estudei em um colégio de freiras lá em DF, as irmãs só faziam aqueles olhinhos de" Recita logo e sai de fininho sabe?"rsrs...gente do céu...eu sempre achei que se eu estudasse em colégio de freira sairia mais santa...rssssss...sai quase anta...rs, só faltou o S!...rs

Bjos Flor!

Andrea disse...

Hugo!

Saõ todos lindos né? dificil escolher um de Cecília...:)

Abraços pra vc tbm...:)

Luciano Braz disse...

Oi Guria,
Que gostoso receber teu carinho!

Obrigado de coração,

Quanto a não esquecer ... com certeza jamais esquecerei de vir aqui rsrsrs

Andrea disse...

Oi Luciano, seja sempre bem vindo...aqui e no Palavras...:)

Eu é quem agradeço...:)

Daniel disse...

Linda a poesia que você postou. Eu não conhecia.
Beijos